MATHEWS WHITE

22 de out de 2015

S.O.S as Mulheres ao Mar 2

Uma química que  rendeu muito ibope na TV e mais de 1,8 milhão de espectadores no cinema volta reforçada na sequência S.O.S Mulheres ao Mar 2. Agora, além dos desencontros do casal formado por Giovanna Antonelli e Reynaldo Gianecchini, o longa da diretora Cris D'Amato  aposta em subtramas, com  destaques para as personagens de Fabíula Nascimento e Thalita Carauta.
A comédia romântica estreia nesta quinta-feira, 22, com força de blockbuster em cerca de 500 salas, três distribuidoras e  investimento de  R$ 7,9 milhões. A produção espera superar o primeiro filme e chegar a casa dos 2,5 milhões de espectadores.
Para a diretora, o reencontro com o elenco e da equipe técnica do S.O.S 1 ajudou em muito durante as filmagens, que foram mais coesas e afinadas. Mas ela destaca os personagens e a história como pontos principais. "Gosto da pureza da Dialinda (Thalita) e da determinação da Adriana (Giovanna) e Luiza (Fabíula). São mulheres como muitas de nós, que têm seus extremos e suas verdades e que fazem coisas por amor", explica Cris D'amato. "Não quero  fazer uma comédia pela comédia. Quero contar uma história, trazer um pouco de reflexão junto com o riso", emenda.
Trama
Se no primeiro filme Adriana vai a um cruzeiro para acabar com o romance do ex-marido, no segundo, ela, que se tornou uma escritora de sucesso, enfrenta nova crise de relacionamento. O novo namorado, André (Gianecchini), embarca num cruzeiro com a ex-noiva, uma modelo, para lançar sua coleção moda praia.
O ciúme faz ela acreditar que existe segundas intenções na viagem e assim convoca novamente a sedutora irmã Luiza e a ex-diarista Dialinda para irem atrás do rapaz. A trama mistura comédia romântica com road movie e traz as personagens em histórias paralelas entremeadas pelo fio condutor, que é a busca de cada uma pelo companheiro.
Para Giovanna, que é fã de comédias românticas, S.O.S 2 consegue superar o S.O.S 1 com uma história mais redonda. "Achei que o filme ficou com a cara de comédia americana, pois tem um plano de fundo de história de amor com as três mulheres. É um filme bem equalizado de personagens. Foi um encontro pessoal e profissional  especial", disse.
Sem se parecer em nada com a personagem, ela garante que vê muitas "Adrianas" por aí. "Nunca fiz loucuras por amor, sou completamente pés no chão, mas  acho um barato interpretar essa mulher com esse temperamento", brinca.
"O brasileiro é um grande fã de comédia romântica norte-americana e no Brasil pouco se produz. Hoje fala-se pouco de amor e todo mundo no fundo quer viver uma história de amor", completa.
Fabíula e Gianecchini concordam com Giovanna e ressaltam todo clima de amizade. "É difícil ter uma continuidade, mas nesse caso teve esse fator de entrosamento  muito legal. Primeiro que a gente filmou fora do Brasil, depois colocaram  todo mundo num navio, e você começa a viver aquilo 24 horas. Fiquei muito feliz em fazer, pra mim foi quase férias", define o ator.
É um filme de galera, quase um convite 'galera vamos viajar e fazer um filme!'. A sensação  é essa, de Filmes completo 1   - S.O.S as mulheres ao mar 1 veja aqui .

Logo após Trailer do 2 filme 
veja aqui em baixo !





.

Nenhum comentário :

Postar um comentário